Narrativas sociais e práticas ficcionais: VI

Resumo: A equipe deste projeto tem por meta estudar determinadas narrativas literárias, relacionando-as com narrativas da historiografia político-social, com o propósito de pesquisar em sua rede textual os valores (político-ideológicos) sobre os quais o discurso ficcional ali inscrito se apoia em tensão ou distensão com o poder de Estado em diversos momentos da história brasileira. Considerando os textos literários – ou outros ambientes ficcionais, quando for o caso para outras ocasiões da pesquisa – que incorporam a seu universo fictício enunciações sobre conflitos políticos e sociais, pretende-se rastrear, na trama, a pista deixada pela narração para sublinhar, e analisar, os traços de classe socialmente emblemáticos e ficcionalmente encenados, indiciados pelas vozes textuais (autores, narradores, personagens), que formulam o espaço ficcional corroborando ou confrontando o espaço social. Procura-se interpretar a ficção, ressaltando os aspectos ideológicos, políticos, históricos e civilizacionais – levando-se em conta que esses também são práticas discursivas –, como uma indefectível junção: o dado social do texto e a discursividade do contexto. Em suma, ao propor tal estudo tem-se por objetivo investigar as bases das verdades – legitimadas histórica e ficcionalmente – sócio-político brasileiras a partir do cotejo entre campos aparentemente independentes, porém entrelaçados: ficção e história.

Data de início: 2015-08-10
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Sérgio da Fonseca Amaral
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910