Tópicos Especiais XIV

Código: PLET-6530
Curso: Doutorado em Letras
Créditos: 2
Carga horária: 30
Ementa: Sinopse:
Estudo e análise das práticas de ensino de literatura de professores de português do ensino médio e das práticas anárquicas de leitura literária fora e dentro da escola de adolescentes do primeiro ano do mesmo ciclo de ensino, focalizando casos de sucesso na passagem de práticas de leitura de uma literatura de entretenimento a práticas de leitura de uma literatura de proposta.
Bibliografia: Bibliografia

BAUDELOT, Christian; CARTIER, Marie; DETREZ, Christine. (1999). Et pourtant ils lisent… Paris: Éditions du Seuil.
BOURDIEU, Pierre. (2003). Gostos de classe e estilos de vida. In: ORTIZ, Renato (org.). A sociologia de Pierre Bourdieu. São Paulo: Olho d’Água.
BRITTO, Luiz Percival Leme. (1998). Leitor interditado. In: MARINHO, M.; SILVA, C. S. R. (org.). Leituras do professor. Campinas: Mercado de Letras.
CANDIDO, Antonio. (1995). O direito à literatura. Palestra pronunciada na XXIV reunião anual da SBPC em São Paulo, jul./1972. In: ______. Vários escritos. 3. ed. rev. ampl. São Paulo: Duas Cidades.
CEREJA, William Roberto. (2005). Ensino de literatura. Uma proposta dialógica para o trabalho com literatura. São Paulo: Atual.
CHARTIER, Roger. (1988). A história cultural. Entre práticas e representações. Lisboa: Difusão Editorial.
______. (1999). A aventura do livro. Do leitor ao navegador. São Paulo: Unesp/Imprensa Oficial do Estado.
CITELLI, Adilson. (2004). Comunicação e educação. A linguagem em movimento. São Paulo: Editora Senac.
DARNTON, Robert. (1992). História da leitura. In: BURKE, P. (org.) A escrita da história. Novas perspectivas. São Paulo: Unesp.
ECO, Umberto. (1989). O texto, o prazer, o consumo. In: Sobre os espelhos e outros ensaios. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.
______. (2008). Apocalípticos e integrados. São Paulo: Perspectiva.
FREUD, Sigmund. (1981). El poeta y los sueños diurnos. In: Obras completas. Tomo II. Madrid: Editorial Biblioteca Nueva.
JAUSS, Hans Robert. (2002). O prazer estético e as experiências fundamentais da Poiesis, Aisthesis e Katharsis. In: LIMA, L. C. (org.) A literatura e o leitor: textos de estética da recepção. São Paulo: Paz e Terra.
JOUVE, Vincent. (2002). A leitura. São Paulo : Editora UNESP.
______. (2012). Por que estudar literatura ? São Paulo : Editora UNESP.
LAHIRE, Bernard. (2004). Sucesso escolar nos meios populares. As razões do improvável. São Paulo: Ática.
LEAHY-DIOS, Cyana. (2000). Educação literária como metáfora social. Desvios e rumos. Rio de Janeiro: EdUFF.
MEYER, Marlyse e DIAS, Vare Santos. (1984). “página virada, descartada, de meu folhetim”. In: AVERBUCK, Ligia. Literatura em tempo de cultura de massa. São Paulo: Nobel.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA/SEB. (2006). Orientações Curriculares Nacionais (ensino médio). Literatura. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Brasília.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA/SEMTEC. (1999). Parâmetros Curriculares Nacionais (ensino médio). Brasília.
______. (2002). Parâmetros Curriculares Nacionais + Ensino Médio. Orientações Educacionais aos PCN. Brasília.
OLIVEIRA, Gabriela Rodella. (2013). O professor de português e a literatura: relações entre formação, hábitos de leitura e prática de ensino. São Paulo: Casa Alameda Editorial.
PAES, José Paulo. (2001). A aventura literária. Ensaios sobre ficção e ficções. São Paulo: Companhia das Letras.
PAULINO, Graça. et al. (1999). A formação de professores leitores literários. Uma ligação entre infância e idade adulta? Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 30.
PETRUCCI, Armando. (1999) “Ler por ler: um futuro para a leitura”. Em: História da leitura no mundo ocidental. São Paulo: Ed. Ática, vol. 2.
REIMÃO, Sandra. (1996). Mercado editorial brasileiro. São Paulo: Com-Arte/Fapesp.
ROCCO, Maria Thereza Fraga. (1981). Literatura/ensino: uma problemática. São Paulo: Ática.
ROUXEL, Annie; LANGLADE, Gérard ; Rezende, Neide Luzia. (2013). Leitura subjetiva e ensino de literatura. São Paulo : Alameda Casa Editorial.
SODRÉ, Muniz. (1998). Best-seller: a literatura de mercado. São Paulo: Ática.
TODOROV, Tzvetan. (1969). A demanda narrativa. In: ______. As estruturas narrativas. São Paulo: Perspectiva.
VERRIER, Jean. (2007). Vãs querelas e verdadeiros objetivos do ensino de literatura na França. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 33, n. 2, maio/ago.
VIEIRA, Alice. (1988). Análise de uma realidade escolar: o ensino de literatura no 2º grau, hoje. 1988. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo.
ZILBERMAN, Regina. (1984). “A literatura e o apelo das massas”. In: AVERBUCK, Ligia. Literatura em tempo de cultura de massa. São Paulo: Nobel.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910