Teoria da Literatura

Código: PLET-5501
Curso: Mestrado em Letras
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Estudo das correntes teórico-críticas do século XX, enfatizando as mudanças de paradigmas operadas pelas teorias imanentistas e pós-estruturalistas. Abordagem de novos focos de investigação decorrentes das teorias da análise do discurso, da estética da recepção, dos estudos multiculturais, bem como de correntes historiográficas contemporâneas.
Bibliografia: 1. ADORNO, T.W. Notas de literatura I. São Paulo: Duas Cidades, 2003.,
2. ADORNO, Theodor W. Teoria estética. Tradução de Artur Mourão. Lisboa: Edições 70, s/d.
3. ALMEIDA, Júlia, Filosofia da diferença e crítica pós-colonial: em torno do devir e da identidade. In: CONTEXTO – Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras. n. 20 (2011), p. 41-57. Organização: Alexandre Moraes, Jorge Nascimento, Wilberth Salgueiro. Disponível em: http://periodicos.ufes.br/contexto/article/view/6525/4769. Acesso em: 02 set. 2016.
4. ARISTÓTELES; HORÁCIO; LONGINO. A poética clássica. 2. ed. Tradução de Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, 1985.
5. AUERBACH, Erich. Mimesis. 4. ed. Tradução de Equipe editorial. São Paulo: Perspectiva, 1998.
6. BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. 2. ed. Tradução de Aurora Fornoni Bernardini et alii. São Paulo: Unesp, 1990.
7. BARTHES, Roland. Aula. Tradução de Leyla Perrone-Moisés. 6. ed. São Paulo: Cultrix, 1997.
8. BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas. 3 Volumes. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet (v. 1: Magia e técnica, arte e política); Rubens Rodrigues Torres Filho & José Carlos Martins Barbosa (v. 2: Rua de mão única); José Carlos Martins Barbosa & Hemerson Alves Baptista (v. 3: Charles Baudelaire, um lírico no auge do capitalismo). São Paulo: Brasiliense, 1985 (v. 1), 1987 (v. 2), 1989 (v. 3).
9. BLOOM, Harold. A angústia da influência. 2. ed. Tradução de Marcos Santarrita. Rio de Janeiro: Imago, 2002.
10. BOURDIEU, Pierre. As regras da arte. Tradução de Maria Lucia Machado. São Paulo: Cia. das Letras, 1996.
11. CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1985.
12. CASTRO ROCHA, João Cezar de. (Org.). Teoria da ficção: indagações à obra de Wolfgang Iser. Tradução de Bluma Waddington Vilar & João Cezar de C. Rocha. Rio de Janeiro: EdUERJ, 1999.
13. COMPAGNON, Antoine. O demônio da teoria: literatura e senso comum. Tradução de Cleonice Paes B. Mourão e Consuelo Fortes Santiago. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2003.
14. CONTEXTO. Dossiê Teorias e Literatura no século XXI: Críticas, Trajetos, Temas (Organização: Alexandre Moraes, Jorge Nascimento, Wilberth Salgueiro). n. 20 (2011). Disponível em: http://periodicos.ufes.br/contexto/issue/view/436. Acesso em: 02 set. 2016.
15. COSTA LIMA, Luiz. Teoria da literatura em suas fontes. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1983, v. 1.
16. COSTA LIMA, Luiz. Teoria da literatura em suas fontes. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1983, v. 2.
17. CULLER, Jonathan. Teoria Literária: uma introdução. Tradução de Sandra Vasconcelos. São Paulo: Beca Produções, 1999.
18. CURTIUS, Ernst Robert. Literatura européia e idade média latina. Tradução de Teodoro Cabral & Paulo Rónai. São Paulo: Hucite; EdUSP, 1996.
19. DELEUZE, Gilles. Lógica do Sentido. São Paulo: Perspectiva, 1974.
20. DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. São Paulo: perspectiva, 1978.
21. EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. Tradução de Waltensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
22. ECO, Umberto. Interpretação e superinterpretação. Tradução de Mônica Stahel. São Paulo: Martins Fontes, 1993.
23. ECO, Umberto. Obra aberta. Tradução de Giovanni Cutolo. São Paulo: Perspectiva, 1988.
24. EIKENBAUM, B. et alii. Teoria da Literatura. Formalistas Russos. 2. ed.. Porto Alegre: Globo, 1976.
25. FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1981.
26. GOLDMAN, Lucien. Sociologia do romance. Tradução de Álvaro Cabral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.
27. HARVEY, David. Condição pós-moderna. 7. ed. Tradução de Adail Ubirajara Sobral & Maria Stela Gonçalves. São Paulo: Edições Loyola, 1998.
28. HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo: história, teoria, ficção. Tradução de Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.
29. ISER, Wolfgang. O ato da leitura: uma teoria do efeito estético. Tradução de Johannes Kretschmer. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996. (2 volumes).
30. JAUSS, Hans Robert. A literatura como provocação. Tradução de Teresa Cruz. Passagens, 1993.
31. JAY, Gregory S. & MILLER, David L. (eds.). After Strange Texts: the Rlo of Theory in the Study of Literature. Alabama: The University of Alabama Press, 1984.
32. JOBIM, José Luís. Formas da teoria: sentidos, conceitos, políticas e campos de força nos estudos literários. Rio de Janeiro: Caetés, 2003.
33. LACOUE-LABARTHE, P. & NANCY, J.L. L’absolu littéraire: théorie de la littérature du romantisme allemand. Paris: Seuil, 1978.
34. LOBO, Luíza (Tradução, seleção e notas). Teorias poéticas do romantismo. Rio de Janeiro/Porto Alegre: Editora UFRJ/Mercado Aberto, 1987.
35. LUKÁCS, Georg. A teoria do romance. Tradução, posfácio e notas de José Marcos Mariani de Macedo. São Paulo: Duas Cidades/Editora 34, 2000.
36. MARTINS, Nilce Sant’Anna. Introdução à estilística. São Paulo: EdUSP, 1989.
37. NITRINI, Sandra. Literatura comparada. São Paulo: EdUSP, 1997.
38. OLINTO, Heidrun K. Histórias da Literatura. As novas teorias alemãs. São Paulo: Ática, 1996.
39. OLIVEIRA BORBA, Maria Antonieta de. Teoria do efeito estético. Niterói, RJ: EdUFF, 2003.
40. PEIRCE, Charles S. Semiótica. 3. ed. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. São Paulo: Perspectiva, 1999.
41. PERRONE-MOISÉS, Leyla. Inútil poesia. São Paulo: Cia. das Letras, 2000.
42. REIS, Carlos. O conhecimento da literatura: introdução aos estudos literários. Coimbra: Almedina, 1995.
43. SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos. São Paulo, Perspectiva, 1983.
44. SANTOS, Roberto Corrêa dos. Para uma teoria da interpretação: semiologia, literatura e interdisciplinaridade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1989.
45. SARTRE, Jean-Paul. Que é a literatura?. Tradução de Carlos Felipe Moisés. São Paulo: Ática, 1989.
46. SONTAG, Susan. Contra a interpretação. Tradução de Ana Maria Capovila. Porto Alegre: L&PM, 1987.
47. SOUZA, Roberto Acízelo de. Formação da teoria da literatura. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico; Niterói: EDUFF, 1987.
48. TADIÉ, Jean-Yves. A crítica literária no século XX. Tradução de Wilma Freitas Ronald de Carvalho. Rio de Janeiro: Bertrand, 1992.
49. TROTSKI, Leon. Literatura e revolução. Tradução e apresentação de Moniz Bandeira. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1980.
50. WELLEK, René & WARREN, Austin. Teoria da literatura. 2. ed. Tradução de José Palla e Carmo. Lisboa: Publicações Europa-América, 1971.
51. WILLEMART, Philippe. Universo da criação literária: crítica genética, crítica pós-moderna. São Paulo: EdUSP, 1993.
52. ZILBERMAN, Regina. Estética da recepção e história da literatura. São Paulo: Ática, 1989.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910