Literatura brasileira: textos canônicos

Código: PLET-6502
Curso: Doutorado em Letras
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Estudo de obras representativas da literatura brasileira, destacando o seu caráter fundador, e a relação com a tradição literária com base em fortuna crítica especializada. Revisão de modelos histórico-literários em torno de categorias como "romantismo", "realismo", "pré-modernismo" e "modernismo".
Bibliografia: 1. BAPTISTA, Abel Barros. O livro agreste. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2005.
2. BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. 49. ed. São Paulo: Cultrix, 2013.
3. ______. Dialética da Colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
4. BRITO, Mario da Silva. História do modernismo brasileiro. 6. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1997.
5. BUENO, Alexei. Uma história da poesia brasileira. Rio de Janeiro: G. Ermarkoff Casa Editorial, 2007.
6. CAMPOS, Haroldo de. O sequestro do barroco na formação da literatura brasileira: o caso Gregório de Matos. São Paulo: Iluminuras, 2011.
7. CANDIDO, Antonio. Formação da Literatura Brasileira: momentos decisivos. 14. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2013.
8. ______. Literatura e sociedade. 13. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2014.
9. ______. Vários escritos. 5. ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2011.
10. ______. Na sala de aula. 8. ed. São Paulo: Ática, s/d. (Série Fundamentos).
11. CARDOSO, Marília Rothier. Machado, narrador-crítico. Contexto – Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras, Vitória, Edufes, nº 15/16 (2008/2009), p. 25-36, 2009. Disponível em: <http://www.periodicos.ufes.br/contexto/article/ view/ 6615/ 4848> Acesso em: 11/09/2016.
12. CASTELLO, José Aderaldo. A literatura brasileira: origens e unidade (1500-1960). São Paulo: Edusp, 2004. 2 v.
13. CHAVES, Vânia Ribeiro. O Uraguai e a fundação da literatura brasileira. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1997.
14. COSTA LIMA, Luiz. Pensando nos trópicos. Rio de Janeiro: Rocco, 1991.
15. COUTINHO, Afrânio (Direção). A literatura no Brasil. 4. ed. São Paulo: Global, 1997. 6 v.
16. GALVÃO, Walnice Nogueira. Mínima mímica: ensaios sobre Guimarães Rosa. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
17. ______. Saco de gatos. São Paulo: Duas Cidades, 1976.
18. ______. No calor da hora. 3. ed. São Paulo: Ática, 1994.
19. HANSEN, João Adolfo. A sátira e o engenho: Gregório de Matos e a Bahia do século XVII. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.
20. HOLANDA, Sergio Buarque de. Capítulos de literatura colonial. São Paulo: Brasiliense, 1991.
21. KOTHE, Flávio R. O cânone republicano. Brasília: Editora UnB, 2004. V. 2.
22. ______. O cânone republicano. Brasília: Editora UnB, 2003. V. 1.
23. ______. O cânone imperial. Brasília: Editora UnB, 2000.
24. ______. O cânone colonial. Brasília: Editora UnB, 1997.
25. LAFETÁ, João Luiz. 1930: a crítica e o modernismo. 2. ed. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2000.
26. PICCHIO, Luciana Stegagno. História da literatura brasileira. Tradução de Pérola de Carvalho e Alice Kyoko. São Paulo: Lacerda Editora, 2004.
27. PRADO, Antonio Arnoni. Trincheira, palco e letras. São Paulo: Cosac Naify, 2004.
28. ROUANET, Maria Helena. Eternamente em berço esplêndido: a fundação de uma literatura nacional. São Paulo: Siciliano, 1991.
29. RUFFINELLI, Jorge; CASTRO ROCHA, João Cezar (Orgs.). Antropofagia hoje?. São Paulo: É Realizações Editora, 2011.
30. SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos. 2. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.
31. SCHWARZ, Roberto. Ao vencedor as batatas: forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro. 6. ed. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2012.
32. ______. Um mestre na periferia do capitalismo: Machado de Assis. 4. ed. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2008.
33. SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
34. SÜSSEKIND, Flora. A Voz e a série. Rio de Janeiro: Sette Letras; Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.
35. ______. O Brasil não é longe daqui: o narrador, a viagem. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
36. ______. Cinematógrafo da Letras: literatura, técnica e modernização no Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1987.
37. ______. Tal Brasil, qual romance?. Rio de Janeiro: Achiamé, 1984.
38. TELLES, Gilberto Mendonça. Vanguarda europeia e modernismo brasileiro. Rio de Janeiro: José Olympio, 2012.
39. ZILBERMAN, Regina; MOREIRA, Maria Eunice. A Formação do Cânone. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1998.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910